terça-feira, julho 07, 2009

POETAS (AINDA) VIVOS

A calma de uma planta,
imóvel.
A vida ainda pulsa,
latente.
O zelo ainda canta,
contido.
A semente traz a vida,
silenciosa.
O silêncio precede a grande euforia,
bendita!
A pausa faz parte do ritmo,
entenda...

PS: calma, amigo! Estamos contigo!

Um comentário:

Luanda disse...

"A pausa faz parte do ritmo,
entenda..."

... algumas vezes a vida nos faz aprender imoveis na dor que pulsa contida e silenciosa... latente a bendita dor canta a grande euforia que traz a vida...

só um desabafo do momento

estou contigo, amigo, acredito em você!!!